Meu jeito

Meu jeito

 

Às vezes sinto o fracasso

Em tudo o que faço

Não sei o porquê!

Mas tudo passa

Como fumaça

Sei que devo viver

Amanhece o dia

Sinto alegria

Em plantar e colher

Tratar as galinhas

Que já não são minhas

– mas deveriam ser –

Assim a semana passa

Alegre ou sem graça

Eu fico ou eu vou

Portanto, assim sendo

Continuo vivendo

Sendo o que sou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s