Sonho belo

Sonho belo

 

No mar as ondas

Na praia a areia

As águas azuis

Envolvem as sereias

Crianças que brincam

Fazendo castelos

Na praia, na areia

Que sonho tão belo!

Anúncios

Rio

Rio

 

Rio correndo pela mata

Levando as folhas para a cascata

 

Levando as águas sem se cansar

Despejando tudo no fundo do mar

 

Leva flor, pau, pedra, pescador a pescar

Tudo se vai para não mais voltar

 

Gigante, poderoso! Nada sente

Correr é trabalho. Ontem, hoje… sempre

O rio e eu

O rio e eu

 

Na sombra de uma árvore

Pus-me a pensar

O rio corre

Nunca morre

E chega ao mar

O mar desaparece

E o rio se esquece

Que era um rio

Vai se misturando

No fundo penetrando

Por fim… sumiu

Será que se lembra

Das verde matas

Lindas cascatas

Das pedras a cair?

Que a água cantava

Que a pedra rolava?

O rio foi ao fundo

Deixou o seu mundo

No mar morreu

 

Hoje, meu amor foi embora

– Diz que me esqueceu –

Definho de hora em hora

Rio, você é como eu

Trovas III

Trovas III

 

Sonhei

Eras uma flor!

Tornei-me abelha

Para beijar-te com mais ardor

……………………………………………….

Tudo ao redor, neste meu ninho

Parece calado, estou sozinho

O pensamento fala baixinho

No ar, o gorjeio, do passarinho

……………………………………………….

Lá no horizonte, desponta o sol

Na árvore florida, canta o rouxinol

No alto da montanha, nasce a mina

Por entre as pedras, água cristalina

……………………………………………….