Resto de pó

Resto de pó

 

Batem as horas

Os minutos passam

Correm os segundos

Ninguém percebe

O tempo se vai

Neste globo terrestre

 

Tudo se foi

Alegria e dores

Perfume e flores

Estamos sós

 

Será que quando jovem

Julgaria ser

A vida assim?

 

Tudo passou

Estou só

Tudo terminou

Num resto de pó

Anúncios

Um paraíso

Um paraíso

 

Cristo nasceu

Para alegrar o mundo

Cooperemos com Ele

Dias, horas, segundos

Nos momentos tristes

E nos tristes também

Porque não existe

Vida sem dor

Seja hoje ou amanhã

Iremos para o além

Para encontrarmos

Jesus de Belém

Vivamos o presente

Alegres e contentes

Sempre com sorriso

Assim a Terra será

Um paraíso

Trovas V

Trovas V

 

A felicidade é apenas

É uma visita apressada

Chega e de repente

Parte sem dizer nada

……………………………………………….

Não te ofereço rosas

Porque têm espinho

Mas te ofereço amizade

Com muito amor e carinho

……………………………………………….

Queria ser o vento

Para em teu ouvido dizer

Passou muito tempo

Sem meus olhos te ver

……………………………………………….

Vejo-te em pensamento

A toda hora, a cada segundo

Ninguém segura o pensamento

Ele vai até o fim do mundo

……………………………………………….

Nem a mim… nem a você

Nem a mim… nem a você

 

Passo a passo

Deixando rastro

Em longo caminho

Andando sozinho

Sempre pensando

Chegar quando?

Onde chegar.

Vivo a contar

Os minutos da vida

A hora perdida

Sem nada fazer

Nem a mim

Nem a você

 

O caminho a findar

Lá se foi o tempo

Espalhado ao vento

Num pestanejar

Assim termina

Os passos da vida

Sem se perceber

Sem nada fazer

Nem a mim… nem a você