Para Danilo III

Para Danilo III

 

Vidinha crespa

Deixou a vovó

Voou tão alto

Fiquei tão só

 

Hoje está longe

Distante de mim

Com muita saudades

Te digo assim

 

Jarro azul

Jarro marrom

Danilo querido

Do meu coração

“Um segredinho”

“Um segredinho”

 

Querida,

Que saudade!

Não te magoes tanto

Enxuga teu pranto

Venha me escutar

Mesmo longe

Estou a teu lado

Em teu ombro apoiado

Podes acreditar

 

És meu querer!

 

Quero te dizer,

Num sussurro baixinho,

Um segredinho:

– És minha razão de viver