Hei de vencer!

Hei de vencer!

 

Ao passar do tempo

A todo momento

Vemos nos seres da Terra

Vida tumultuada

Vida amena

Que o dia-a-dia encerra

 

Em tudo que fazemos

Pretendemos

As dádivas da vida

Por isso

É necessário saber viver

E diariamente dizer:

– Hei de vencer!

Anúncios

Para Danilo II

Para Danilo II

 

Vidinha crespa

Flor do jardim

Filho do cravo e da rosa

Perfume do jasmim

 

Se eu pudesse

Ser como o pensamento

Estaria a seu lado

Neste momento

 

Emoção senti

No meu cantinho

Olhando para o céu

Vi a estrelinha

Falando com Deus

Cuidando de ti

Um paraíso

Um paraíso

 

Cristo nasceu

Para alegrar o mundo

Cooperemos com Ele

Dias, horas, segundos

Nos momentos tristes

E nos tristes também

Porque não existe

Vida sem dor

Seja hoje ou amanhã

Iremos para o além

Para encontrarmos

Jesus de Belém

Vivamos o presente

Alegres e contentes

Sempre com sorriso

Assim a Terra será

Um paraíso

Meu filho

Meu filho

 

Meu filho

Eu queria que você ficasse

Mais um pouquinho

Pois, você partindo

Não sei quando nos veremos

Fique mais um pouquinho

Tenho medo

De ficar aqui sozinha

Mas,

Se não quiser mesmo ficar agora

Volte outra hora

Com mais tempo

Quero, por um momento

Dizer tudo o que sinto

Você me conhece,

Não minto

Eu “te quero bem”

Não há outro alguém

Que o queira assim

Talvez você pense

Que sou egoísta

Mas, não há na lista

Do meu coração

Outro menino

Dê-me sua mão

Deixe que eu o beije

Como quando era pequenino

Depois de tudo isso,

Com prazer e gosto

Um forte abraço

E um beijo no rosto