Mãe, meu amor

Mãe, meu amor

 

Querida mãezinha

O que de mim seria

Não fosse o seu carinho

Toda noite todo dia

 

Mãe é caminho

Mãe é amor

Mãe é carinho

Na alegria e na dor

Anúncios

Canção de ninar

Canção de ninar

 

Boa noite, amor

Sonhe com os anjinhos

Com muitas flores

Nos seus aventaizinhos

E que as nuvens

Brancas e fofinhas

Sejam a tua carinha

Iluminada por estrelinha

E cada estrela seja

Seja um olhinho

De doce anjo

Velando o teu soninho

Natureza

Natureza

 

Caminhando pelos campos

Pisando as folhas

O sol ardente

Faz bolhas

Nos pés da gente

 

Lindas flores!

Azuis borboletas.

A brisa que passa

Meu corpo abraça

Espalhando o perfume

Dos verdes campos

 

Pétalas rolando

Rio abaixo

E sob as pedras

Rouco coaxar do sapo

 

Vem a noite

Tudo se esfria

 

Ao raiar do dia

O sol aparece

Tudo se aquece

Tudo é poesia

A saudades dói

A saudades dói

 

Noite serena

O belo luar

Ilumina o orvalho

Na folha a brilhar

 

Amanhece o dia

O pássaro a cantar

Melodia suave

Nos faz meditar

 

Na pessoa amada

Nas coisas belas

Nos dias felizes

Nas noites de estrelas

 

No amor, na vida

Numa grande amizade

De repente sem avisar

Chega doída a saudades

Crepúsculo

Crepúsculo

 

Oh! Sol radiante

Teus raios brilhantes

A nos iluminar

Tu nos dá calor

Fortalece a flor

E acaricia o mar

Tudo vem de ti

Até o canto do bem-te-vi

Que enternece a terra

E, ao nascer da noite

Tu adormeces

Colorido

Por trás da serra

 

Oh! Sol querido

Sou agradecido

Por tanta graça

No cosmo, neste planeta

A vida completas

Enquanto o tempo passa

Meu amor

Meu amor

 

Sorrindo, cantando

A vida levando

E sempre lembrando

Que assim deve ser

Pois quem dá alegria

Espalha harmonia

E ensina a viver

 

Na noite tão bela

admirando a estrela

No céu a brilhar

Vejo o vaga-lume

Sentindo o perfume

Das flores ao luar

 

Quem dera agora

Ver sem demora

O meu amor

Daria:

A luz do vaga-lume

Da flor o perfume

Do sorriso o ardor.

Beija-flor II

Beija-flor II

 

No meio do mato

Junto aos pássaros

Que alegria

E o beija-flor

Com muito amor

Alegra o dia

De galho em galho

É o seu trabalho

Buscar alimento

De flor em flor

Sem escolha de cor

É o seu sustento

E quando anoitece

O crepúsculo fenece

O vaga-lume aparece

O orvalho cai

A luz se vai

O beija-flor adormece