Para Inês

Para Inês

 

Como é bom sorrir

Sorriso de uma criança

Nos faz sentir bem

Nos dá muita esperança

 

Sorria, sorria sempre

Mesmo estando triste

Porque o teu sorriso

O mal não resiste

 

Sorriso no olhar

Sorriso no pensar

Seja como for

Quem me dera ter

O sorriso dos sorrisos

Que é o dom do amor

Coração teimoso

Coração teimoso

 

Sou coração teimoso

Saí a procura do amor

 

Entrei na floresta

Ouvi os cantos dos pássaros

Era uma festa!

Havia amor à beça

– Jamais como o meu

 

De flor em flor

Que suave perfume

Que cor!

Havia amor à beça

– Jamais como o meu

 

Busquei no oceano

O canto das ondas azuis

Parecia um piano

Havia amor à beça

– Jamais como o meu

 

Olhei nos olhos teus

Da cor do céu

Havia amor à beça

– Dei-te o amor meu

 

Sou coração teimoso

Saí a procura do teu amor…

Canção de ninar

Canção de ninar

 

Boa noite, amor

Sonhe com os anjinhos

Com muitas flores

Nos seus aventaizinhos

E que as nuvens

Brancas e fofinhas

Sejam a tua carinha

Iluminada por estrelinha

E cada estrela seja

Seja um olhinho

De doce anjo

Velando o teu soninho

Deus

Deus

 

Lá no infinito

Um Ser nos olha

Entre as nuvens

E nos chama

– Meu filho, estou aqui

Perto de ti

As estrelas

São os meus olhos

A brisa

É minha canção de ninar

O crepúsculo

É meu sorriso de amigo

O amanhecer

É minha mão a te acordar

Sou cego

Sou cego

 

Será cedo ou tarde

Já clareou? Ainda está escuro

Não vejo… Por quê?

Porque estou cego.

Cegueira de olho aberto

Estou certo

Que não vejo ninguém

Só vejo a mim

Esse eu egoísta

– o eu artista –

Orgulhoso, individualista

Abre-te alma!

E, com calma

Veja ao teu lado

A luz que ilumina

A verde campina

E o sol para todos a brilhar