Para Inês

Para Inês

 

Como é bom sorrir

Sorriso de uma criança

Nos faz sentir bem

Nos dá muita esperança

 

Sorria, sorria sempre

Mesmo estando triste

Porque o teu sorriso

O mal não resiste

 

Sorriso no olhar

Sorriso no pensar

Seja como for

Quem me dera ter

O sorriso dos sorrisos

Que é o dom do amor

Anúncios

Para Danilo II

Para Danilo II

 

Vidinha crespa

Flor do jardim

Filho do cravo e da rosa

Perfume do jasmim

 

Se eu pudesse

Ser como o pensamento

Estaria a seu lado

Neste momento

 

Emoção senti

No meu cantinho

Olhando para o céu

Vi a estrelinha

Falando com Deus

Cuidando de ti

Saudades e alegria

Saudades e alegria

 

Há que saudades dos tempos

Do passado, antigamente

Mas deixemos o que se foi

Precisamos viver o presente

 

Tudo passou, a ilusão se foi

O hoje está aqui e não mente

A tristeza vem a saudade dói

Se quem amamos está ausente

 

Esqueçamos. Mudemos o pensar

Remediado está. Foi sempre assim

Tentemos o sofrer amenizar

Apesar, de às vezes, da alegria ter fim

Trovas V

Trovas V

 

A felicidade é apenas

É uma visita apressada

Chega e de repente

Parte sem dizer nada

……………………………………………….

Não te ofereço rosas

Porque têm espinho

Mas te ofereço amizade

Com muito amor e carinho

……………………………………………….

Queria ser o vento

Para em teu ouvido dizer

Passou muito tempo

Sem meus olhos te ver

……………………………………………….

Vejo-te em pensamento

A toda hora, a cada segundo

Ninguém segura o pensamento

Ele vai até o fim do mundo

……………………………………………….

Quem sou eu?

Quem sou eu?

 

Como posso

Ser eu

Se não me conheço

 

Tudo que faço

Não ofereço

 

Se recebo

Não agradeço

 

Nesse caso

Desço… desço…

 

Vivo pensando,

Mas até quando?!

 

Preciso parar

e… acordar

 

Descobrir que sou isto

Pra sentir que existo

 

O mundo que é seu

Também é  meu

 

Assim saberei

Sentirei

Quem sou eu.

Ser o que sou

Ser o que sou

 

O jeito da vida

É ter alegria

Noite e dia

Sem nada pensar

 

Mas a vida acaba

Sem nos dar nada

Para levar

 

Se esquecermos

Deste  mundo louco

Pararmos um pouco

Para pensar

 

Será que vale a pena

Perder tudo

Ficar mudo

Deixar de falar ?!

Fico acabrunhado

Meditando o passado

Onde deixe de falar

 

Lá se foi o tempo

Voando como vento

Sem nada respeitar

 

Tudo terminou

Nada ficou…

Será que valeu a pena

Ser o que sou?